Header Ads

ad728
  • Recentes

    Aprenda A Crer


    APRENDA A CRER

    (Capitulo 7) Discipulado Catedral Da Paz

    Nesta lição você vai aprender:
    O que é fé e quais são seus tipos;
    Como podemos obter fé.
    Dicas para exercitar sua fé.

     O terceiro tipo de fé não é concedido a todos os cristãos. E um dom espiritual.
    Paz seja convosco! E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu! Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste?
      Bem-aventurados os que não viram e creram. (Jo.20.24-29)
    A fé de Tomé era baseada no que ele via. Por tal atitude, foi seriamente repreendido por Jesus. Não espere ver para depois crer. Isso não é fé e não tem valor para Deus. Mas creia e você trará ao mundo visível aquilo que já é realidade no mundo invisível da fé e das promessas de Deus.

    2. Tipos de fé existentes na Palavra de Deus

    a. A fé para a salvação
    Cada homem recebeu uma porção de fé para que pudesse ser salvo.
    Sem ela você nunca poderia receber a salvação. Em Efésios está escrito:
    Pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.(Ef.2.8,9)

    b. A fé para a vida cristã
    Após a conversão, você recebeu uma nova medida de fé.
    Cada um dentre vós ... pense com moderação, segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um. (Rm 12.3)
       Essa medida de fé serve para capacitá-lo a viver a vida cristã corno Deus planejou: em vitória. Sua fé pode e deve ser desenvolvida, pois, sem exercitá-La, você não poderá receber nada da parte de Deus.

    c. O dom da fé
       Que é fé? A Palavra de Deus diz que "a fé é a certeza de coisas que se esperam a convicção de fatos que se não vêem (Hb 11.1).
       A fé bíblica procede do coração e não da mente. Não basta uma mera concordância racional: é preciso aplicar o coração para crer na palavra de Deus.
     A fé que procede do coração tem o poder de remover montanhas. Jesus disse que:
    Se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. (Me 11.23)

    Você pode ser como Abraão:
    Como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí, perante aquele no qual creu, o Deus que vivifica os mortos e chama à existência as coisas que não existem. Abraão, esperando contra a
    esperança, creu, para vir a ser pai de muitas nações, segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência. E, sem enfraquecer na fé, embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido, sendo já de cem anos, e a idade avançada de Sara, não duvidou, por incredulidade, da promessa de
    Deus; mas, pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus, estando plenamente convicto de que Ele era poderoso para cumprir o que prometera. (Rm 4.17-21)
       A fé de Abraão era contra as evidências. Tudo parecia contrário, mas ele perseverou em crer e viu o cumprimento da promessa de Deus.
       Você também pode ter fé como Tomé, que era um dos doze, e não estava com os outros discípulos quando Jesus apareceu.
       Disseram-lhe, então, os outros discípulos: Vimos o Senhor.
       Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei. Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Torné, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e dísse-lhes:

       Porque a um é dada, mediante o Espírito, a palavra da sabedoria; e a outro, segundo o mesmo Espírito, a palavra do conhecimento; a outro, no mesmo Espírito, a fé; e a outro, no mesmo Espírito, dons de curar. (1Co 12.8,9)
       É por meio do dom da fé que mortos são ressuscitados e os grandes sinais de Deus acontecem. Para realizar tais milagres, precisamos do dom da fé.


    3. A diferença entre fé e esperança
    A maioria das pessoas confunde fé com esperança. Mas as duas são muito diferentes, como vemos em 1 Coríntios 13.13:
    Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor.
       A fé atua no tempo presente e a esperança diz respeito ao futuro. Ter fé é simplesmente afirmar aquilo que Deus diz em sua Palavra, declarando a existência do que se busca. Ter esperança é projetar no futuro aquilo que se anseia. As coisas pelas quais a Bíblia nos ensina a esperar não dependem de nossa fé. Por exemplo, a volta de
    Jesus: quer creiamos ou não, Ele voltará; por isso O esperamos. Por outro lado, o que depende de fé
    somente acontecerá se ela for exercitada.
       Jesus disse:
    Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco. (Me 11.24)
    Ele não disse crede e recebereis, ou, espere receber, mas, sim, crede que recebestes. O verbo está no passado. Para aquele que crê, a promessa já é uma realidade, e não algo pelo qual se esperar.


    4. Como podemos obter fé?
    Vimos que todo crente já recebeu uma medida de fé. Porém, para desenvolvê-la, é preciso exercitá-la. Deus pode nos ministrar fé de várias maneiras. Basicamente, a obtemos de três formas:

    a. Ouvindo a Palavra de Deus
    Lemos em Romanos 10.17 que ''A fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus".

    b. Orando em espírito
    Paulo explica, em 1 Coríntios 14.14, que se você "orar em outra língua, o seu espírito ora de fato, mas a sua mente fica infrutífera'. Assim, ficamos sabendo que orar em espírito é orar em línguas. Judas (1.20) diz que "precisamos edificar a nossa fé santíssima, orando no Espírito Santo". Por isso, invista tempo orando em línguas; sua fé será tremendamente edificada.

    c. Vendo o resultado da fé
       Há uma seqüência normal para a manifestação da fé. Você pode percebê-la na ocasião em que Pedro pediu para andar sobre as águas com Jesus, em Mt 14.28-31:
       Respondendo-lhe Pedro, disse: Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas. E ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas e foi ter com Jesus.
     Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste?
        Nessa sequência, você pode ver claramente a equação da vitória: primeiro Pedro ouviu a Palavra, depois creu na Palavra, e por fim, obedeceu à Palavra. O resultado desta equação é fé e vitória. Por causa disso, Pedro Pôde andar sobre as águas, contudo, logo começou a afundar. Ele perdeu a fé. Mas, por que isso aconteceu? Porque Pedro iniciou outra sequência, Compondo a equação da incredulidade: ele olhou para as circunstâncias; Consequentemente teve medo, que, por sua vez, produziu dúvida e o
    resultado foi o fracasso, a derrota.

    A equação da fé:
    Ouvir a Palavra + crer na Palavra + obedecer a Palavra = vitória

    A equação da incredulidade:
    Olhar para as circunstâncias + ter medo + duvidar = fracasso


    5. Dicas para exercitar sua fé
    Procure na Bíblia uma promessa relacionada àquilo que você está buscando. Não adianta tentar crer em algo que não está na Palavra de Deus, pois é ela que gera fé.
    Creia na Palavra de Deus. Simplesmente considere como fato a realização das promessas de Deus, pois Ele é fiel para cumprir o que disse.
    Recuse-se a considerar as circunstâncias contrárias e aquilo que os sentidos físicos percebem.
    Louve a Deus pela resposta.


    6. Confissão e fé
      Segundo o dicionário, confessar é reconhecer ou admitir, é declarar fé em algo.
      Pode ser ainda confissão de falhas e pecados. Você já aprendeu a confessar seus pecados, mas ainda precisa aprender a confessar a Palavra de Deus.

    A confissão da Palavra de Deus é importante por três razões:

    a. Ela gera fé;
    b. dissipa o medo; e
    c. traz apropriação. Só podemos ter aquilo que confessamos.

    Jesus disse que:
    Todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus. (Mt 10.32,33)
       Em Romanos 10.10, lemos que "com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação".
       Para que as montanhas possam se lançar ao mar é necessário que você fale com elas. Foi Jesus quem disse: Tende fé em Deus; porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele.
     Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim
    convosco. (Mc 11.22-24)

    Nenhum comentário

    Deixe seu comentário.

    Post Top Ad

    Garanta Sua Vaga Gratuitamente

    Post Bottom Ad

    ad728