Header Ads

ad728
  • Recentes

    Abandone As Praticas Do Passado


    ABANDONE AS PRÁTICAS DO PASSADO

    (Lição 2) Discipulado Catedral Da Paz

    Nesta lição você vai aprender:
    A importância de se abandonar as práticas do passado.
    Que áreas devem ser abandonadas.
    Como lidar com coisas impuras ligadas a ídolos e impróprias aos cristãos.

    A. Toda ligação com ídolos deve ser abandonada Na Palavra de Deus, a conversão está relacionada a deixar os pecados u ma vez que você nasceu de novo e é nova criatura, precisa se desfazer das coisas de sua velha vida. É absolutamente imprescindível que você encerre todas as práticas e costumes anteriores que são incompatíveis com a Palavra de Deus. Certamente você tem uma série de coisas a serem abandonadas.
       A Bíblia ressalta que Deus já tratou com o seu passado. Você já foi santificado, lavado e justificado no nome do Senhor Jesus e no Espírito Santo (1 Co 6.9-11).
     Nosso Senhor já fez tudo isso e, no Novo Testamento, enfatiza a vida de agora em diante.
    Mas, para podermos avançar, precisamos abandonar a antiga vida. Na Bíblia, temos dois exemplos de pessoas que fizeram isso. Primeiro foi Zaqueu, como vemos em Lucas 19. Depois de crer em Jesus, ele imediatamente percebeu que havia extorquido pessoas no passado e tomou consciência de sua atitude mesquinha e avarenta em relação ao dinheiro. Então, disse ao Senhor que, se tivesse tomado algo
    de alguém indevidamente, restituiria quatro vezes mais. Além disso, estava disposto a dar metade de seus bens aos pobres. Desse modo, abandonou as práticas do passado e começou uma nova vida.
       Outro exemplo é o dos irmãos efésios, que, após a conversão, trouxeram seus
    livros de magia e os queimaram diante de todos (At 19.19).
       Na nova vida não havia mais lugar para tais coisas.
    É realmente importante abandonar as velhas práticas e quebrar qualquer coisa que ainda o prenda ao passado; afinal, você nasceu de novo, é uma nova pessoa.

    1. O que necessita ser deixado
    O que devemos abandonar depois de nascermos de novo? Há quatro tipos de coisas que precisamos deixar completamente. Aquelas que são:
     a) ligadas a ídolos;
     b) malignas e impuras;
     c) injustas;
     d) impróprias. ídolos. Paulo menciona o exemplo dos tessalonicenses que, "deixando os ídolos, se converteram a Deus, para servirem o Deus vivo e verdadeiro" (lTs 1.9).
       Lembre-se de que agora você é templo do Espírito Santo. Que comunhão pode haver entre Deus e os ídolos? A Palavra de Deus nos exorta claramente em 1Jo 5.21:
    "Filhinhos, guardai-vos dos ídolos".
       Você precisa conhecer a forma como as Escrituras tratam a idolatria. Deus proíbe que se faça imagem de qualquer coisa existente no céu, na terra ou no mar, e proíbe o mínimo pensamento de que tais imagens possuam algum poder. Se tais pensamentos são alimentados, elas se tornam ídolos.    Naturalmente, as imagens em si não significam nada, mas quando são reconhecidas como representações de entidades vivas, tornam-se diabólicas. Na verdade, demônios recebem adoração do homem através de cada imagem (Dt 5.8).
       Deus proíbe expressamente seus filhos de buscarem tais ídolos, seja por curiosidade ou mesmo para saber como são adorados (Dt 12.30).
     Que relação pode haver entre o templo de Deus, que somos nós, e os ídolos?
    A implicação é óbvia: um filho de Deus não deveria visitar templos idólatras, exceto por alguma razão muito especial. Não é adequado ir a tais lugares nem para propósitos de recreação. Guardar-se dos ídolos significa manter-se distante deles.

       Não mencione os nomes de entidades e ídolos a não ser que seja absolutamente necessário para ilustração ou ensino (5116.4).
      Acabe também com todo tipo de superstição e não cultive nem mesmo o mínimo temor delas. Muitos crentes ainda têm a idéia de que sua sorte é governada por algum tipo de acontecimento, objeto, cor,
    número, pelas linhas da palma da mão, etc.
      Tais coisas são proibidas. Qualquer coisa relacionada com idolatria deve ser completamente extirpada de sua vida para sempre.
      Todo objeto de idolatria usado no passado deve agora ser quebrado ou queimado.
    Não deve ser vendido, mas destruído, Isso é muito sério, pois Deus zela por Seu povo.
       Desde o momento da conversão, todo crente deve afastar-se dos ídolos e expulsar qualquer idéia de respeito ou reverência a eles. Deus é espírito e não uma imagem.
      Por fim, é preciso que toda aliança ou pacto feito em terreiros de macumba ou em qualquer outro culto maligno seja quebrado e desfeito.
    Isso deve ser feito com oração e, em algumas situações, até mesmo com jejuns.
      Procure a ajuda do seu discipulador para que ele ore com você. Quando você creu em Jesus, o diabo perdeu todo o direito de agir em sua vida; entretanto, algumas pessoas precisam quebrar tais vínculos do passado.
       O Espírito Santo lhe mostrará se em sua casa existem objetos que devem ser destruídos, tais como imagens esculpidas ou pintadas, castiçais, incensários, livros, vídeos, amuletos, roupas, ornamentos, móveis etc. A Bíblia nos mostra que um filho de Deus não deve ter estas coisas dentro de sua casa. Em Atos 19.19, vemos que os efésios queimaram todos os seus livros de magia. E eles valiam um bocado de dinheiro, cerca de cinqüenta mil peças de prata. Mas não foram vendidos, foram queimados.

    b. Objetos malignos e impuros precisam ser destruídos
    Todo ídolo deve ser destruído e todo ensino maligno, rejeitado. Qualquer objeto que tenha uma conexão clara com o pecado também deve ser destruído. Livros, fitas e material pornográfico; discos e fitas de músicas declaradamente sensuais ou da Nova Era; peças usadas em cerimônias e cultos malignos e qualquer coisa que o Espírito Santo rejeitar.
       Há certas coisas, como roupas e móveis, por exemplo, que não têm uma conexão íntima com o pecado, mas ainda assim, o Espírito Santo pode nos orientar a destruir e queimar. Principalmente se tal objeto, móvel ou roupa foi usado por um longo período de tempo para o pecado.
       Um exemplo disso pode ser encontrado em Levítico 13 e 14, onde se fala sobre as roupas de alguém que havia contraído lepra. Depois de uma investigação, o sacerdote percebia que algumas daquelas roupas tinham sido contaminadas pela lepra e, por isso, deveriam ser queimadas. Outras, porém, que não haviam sido contaminadas, podiam apenas ser lavadas e usadas novamente. Compreendemos isso facilmente quando pensamos em roupas de travestis ou prostitutas ou em roupas usadas em rituais e na
    maçonaria.
     Tais roupas devem ser queimadas, porque estão intimamente conectadas ao pecado e contaminadas por ele. Entretanto, há outras que ainda podem ser usadas depois de passarem por uma pequena reforma, caso o problema delas seja apenas de estilo.
       Você precisa perceber que ser um cristão é algo muito sério e real. É muito mais que ir às reuniões da Igreja e simplesmente ouvir bons sermões. Todas as áreas da sua vida precisam ser afetadas de tal forma que você nunca venha a se esquecer de quem você é agora.

    c. A injustiça deve ser abandonada
       O caso de Zaqueu, em Lucas 19.8, estabelece um bom exemplo.Tudo o que você obteve no passado por meios injustos e ilegais, como fraude, furto, apropriação pela força, conservação de coisas perdidas por outros ou não devolução de coisas emprestadas, deve ser completamente resolvido. Mesmo que você não tenha condições financeiras de restituir o que foi defraudado, precisa tratar com o
    passado não resolvido. Embora isso não altere o perdão que Deus lhe deu através do sangue de Jesus, essa atitude influenciará definitivamente o seu testemunho diante das pessoas.
       Se você, por exemplo, roubou mil reais de alguém antes de ser salvo, provavelmente não conseguirá pregar o evangelho para ele se a fraude não for resolvida. Você pode até tentar, mas certamente ele só conseguirá pensar nos mil reais roubados. Você já foi perdoado por Deus, mas não há como exercer um bom testemunho sem resolver isso. Você não pode se recusar a pagar uma dívida somente porque já foi perdoado por Deus.

    É uma questão de testemunho.
       Observe Zaqueu. O que o levou a querer devolver o dinheiro roubado? Naquele momento, as pessoas estavam murmurando que Jesus estava indo para casa de um pecador. Certamente Zaqueu se constrangeu diante do Senhor.
     O mesmo deve acontecer com você, agora que tem a vida de Deus: sentir-se constrangido com as
    atitudes injustas do passado e procurar reparar seus erros. Foi o que Zaqueu se propôs a fazer, quando se levantou e disse: "Se a alguém tenho defraudado, eu devolvo quatro vezes mais".
       Essa devolução não era uma condição para tornar-se um filho de Abraão, nem um pré-requisito para receber a salvação. Antes, era a conseqüência de haver se tornado filho de Abraão e o resultado da salvação ter entrado naquela casa. Pela sua atitude, ele pôde sustentar o seu testemunho diante dos homens.
       Como um novo convertido, você deve perguntar a si mesmo se, de alguma forma, tem defraudado alguém, ou tomado emprestado sem devolver, ou obtido qualquer coisa de forma injusta e desonesta. Se esse for o caso, você deve resolver cada uma dessas coisas. O arrependimento bíblico não é simplesmente um sentimento, inclui a confissão e o abandono das faltas cometidas.

    d. Tudo o que é impróprio deve ser repudiado Algo impróprio não é o mesmo que ilegal ou injusto. Há coisas que são impróprias para um filho de Deus, mas são legalmente permitidas.
       Um das situações mais comuns é a questão do casamento. Muitos vivem amasiados há anos. Contudo, o concubinato é algo impróprio para um cristão e precisa ser resolvido mediante o casamento, porque é uma situação contrária ao que ensina a Palavra de Deus e resulta em mau testemunho.
       Existe ainda o caso das bebidas alcoólicas, do cigarro e dos jogos de loteria.
     São legais, mas impróprios para um filho de Deus. Tais coisas devem ser definitivamente abandonadas.
       Outra situação da qual o filho de Deus deve se livrar são atividades comerciais impróprias a um cristão. Esta é uma situação que não pode ser mantida, principalmente se envolve venda de bebidas alcoólicas ou se o negócio está localizado em lugares promíscuos. Como cristãos, não devemos trabalhar mostrando o corpo sensualmente, ou como botequineiros etc., Não faça qualquer coisa que comprometa a sua imagem de cristão e fira a santidade do Senhor.

    2. Esqueça o passado
      Em Filipenses 3.13 Paulo descreve o padrão de Deus para nós:
    Irmãos, uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. (Fp 3.13)
       O padrão do mundo e da psicologia é lembrar, mas o padrão de Deus é esquecer o que passou. Como alguém que nasceu de novo, saiba que, a partir de agora, os pecados do passado não existem mais. Tudo foi apagado e não há mais lembrança alguma deles diante de Deus. Esqueça os erros, falhas e pecados que cometeu.
       Quando o sangue de Jesus lava nossas iniqüidades, Deus as apaga e esquece. Não devemos lembrá-Ia daquilo que Ele já esqueceu. O Senhor diz: "Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro"
    (Is 43.25). Por isso, esqueça seu passado e não torne a viver em função dele.


    3. Dicas práticas
    Juntamente com o irmão designado para ser seu Anjo da Guarda, vasculhe sua casa e junte tudo o que estiver ligado à idolatria, Nova Era, superstição, magia e pornografia.
     Pode ser imagem, escultura, livros, discos, vídeos ou qualquer outro objeto. Leve tudo para um local separado e queime. Não dê de presente para ninguém, queime.
     Depois, faça uma oração de quebra de maldição com a ajuda do irmão designado para ser o seu Anjo
    d a Guarda.
    Avalie todas as suas roupas, discos e vídeos e observe se há algo ligado ao pecado, sensualidade ou espiritismo. Tudo deve ser queimado. Faça uma oração de quebra de maldição, rejeitando toda ligação com o passado, junto com o irmão designado para ser o seu Anjo da Guarda.
    Há um roteiro de quebra de maldição de práticas antigas.
    Procure o seu pastor e siga o roteiro, mesmo que você já tenha
    Faça um levantamento de objetos ou bens adquiridos de forma ilegal. Veja também se há objetos emprestados não devolvidos.
       Então, devolva o que pode ser devolvido e pague ou restitua o que puder. Quanto àquilo que não pode mais ser corrigido, confesse diante de Deus junto com o irmão designado. Para ser seu Anjo da Guarda.
    Veja se existe algo pendente em sua vida como concubinato, separação não legalizada, trabalho ilegal ou impróprio para um filho de Deus, ou algo assim. Resolva tudo isso diante de Deus.
    O sinal de que seu passado foi bem resolvido é vida e paz, como está em Romanos 8.5-6. Quando o Senhor trouxer paz ao seu coração é porque ele está devidamente resolvido.
     Depois disso, esqueça o seu passado sem Deus, pois ele não terá mais poder sobre a sua vida.

    Nenhum comentário

    Deixe seu comentário.

    Post Top Ad

    ad728

    Post Bottom Ad

    ad728