Muitas vezes, em uma guerra perdemos terreno, as coisas não acontecem como esperado e perdemos a batalha do dia. Mas isso não quer dizer que perdemos a guerra, afinal, não podemos desanimar,desistir, sair correndo. Precisamos confiar em Deus e avançar. Só Deus tem autoridade para mandar você parar e só ele pode falar “pede para sair”. O que é a adversidade? Ela é tudo aquilo que sai do nosso controle, da nossa expectativa, dos nossos planos. É quando tudo parece ocorrer contra as nossas aspirações.
Assim vivia o povo da igreja primitiva dos tempos em que foi escrita a carta de Tiago. Perseguidos e desamparados, eles buscavam uma direção em Deus. Tiago, então, trouxe uma direção para tanto sofrimento: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma” (Tg 1.2-4). O texto bíblico nos mostra que a adversidade pode nos mudar para melhor de várias maneiras.
A ADVERSIDADE NOS TORNA MAIS PERSEVERANTES
Pessoas imaturas desistem facilmente das coisas. Bastacomparar quantos começam e quantos terminam um curso na faculdade. Quando entrei na faculdade de Química, éramos 42 alunos. Na formatura, no entanto, éramos apenas cinco “sobreviventes”. Quando insistimos, desenvolvemos a fé e o senso de perseverança. Isso nos dá força para encararmos com mais serenidade e qualidade os futuros desafios do mercado de trabalho, por exemplo, e nos ajudará a tomarmos decisões em cruciais momentos da vida. O que não podemos fazer é confundir perseverança com teimosia. A diferença está em batalhar por algo que Deus mandou você lutar (perseverança) ou por algo para alimentar o seu ego ou fazer manutenção de seu poder (teimosia).
A ADVERSIDADE NOS LEVA A TER UMA ATITUDE.
A apatia e a imobilidade é uma marca da atual juventude. Totalmente lobotomizados por uma cultura pop pasteurizada e manipulados por uma mídia perversa, os jovens acabam sendo uma caixa de reverberação de um mundo consumista. Na melhor das hipóteses, reagem a estímulos, mas a pró-atividade é um artigo em extinção. Situações desafiadoras são ótimas oportunidades para aprender a agir e tomar decisões e fazer a diferença. Pró-atividade é uma palavra que precisa estar no currículo de todas as pessoas. Muitas perdem ótimas oportunidades de empregos, cursos, faculdades e até de casamento por causa da negligência dela. Antecipe cenários, faça além do que lhe foi pedido. Acho muito triste quando alguém que avalio diz: “Fiz tudo o que me mandaram”. Quando ouço essa frase só consigo lembrar o seguinte versículo. “Mas, chegando também o que recebera um talento, disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste; e, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.
Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros e, quando eu viesse, receberia o meu com os juros. Tirai-lhe, pois o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos. Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado. Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes” (Mt 25.24-30). Esse texto é o trecho final da Parábola dos Talentos, que revela que Deus espera de nós mais do que aquilo que nos foi mandado fazer. O servo que só faz aquilo que lhe é mandado, segundo o texto, é considerado inútil e será descartado. Deus não deseja descartar as nossas vidas, por isso, temos que fazer a nossa parte no processo.
A ADVERSIDADE NOS AMADURECE E NOS TORNA ÍNTEGROS
O texto mostra que o resultado final desse processo, quando bem aproveitado, nos levará a sermos pessoas maduras, experimentadas, mais sábias, melhor preparadas para os dilemas da vida. Também nos tornará pessoas justas, corretas, íntegras e honestas. Em vez de ver a dificuldade, veja a oportunidade. Situações difíceis são preciosas oportunidades para aprendermos a tomar decisões, confrontar, sermos criativos, mudarmos cenários e crescermos como pessoas.